Flores  

Posted by Moriel in , , , , , , , , , , , ,

Tecido com estampas de flores, folhas ou buquês. Nos usamos, as nossas avós usavam... Mas quando é que estes tecidos surgiram?

Obviamente, há muito tempo. Estampas e ornamentos florais eram um enfeite comum desde sempre. O que variava era o estilo.

Flores de lótus no Egito Antigo, folhas de palmeira, na Grécia, vinhas estilizadas, tulipas e rosas, na Europa Renascentista... Guirlandas de flores nas barras, entrelaçamento de folhas e caules grandes, ou, pelo contrário, bem miúdos, cobrindo todo o tecido.

Podemos ver pequenos grupos de ornamentos florais espalhados pelo tecido nos quadros de Botticelli, por exemplo "Nascimento de Venus" - a minfa que estende o manto para Venus - também com florzinhas. Ou Flora, em "Primavera".


Até o século 18, ornamentos que cobriam quase todo o tecido eram mais populares. Por exemplo, na Inglaterra, país onde os jardins são parte inerente da cultura, justamente estes eram os favoritos. Mas não se limitavam a isso, variando de pequenos galhos até verdadeiros arbustos com flores bem grandes.


É curioso que, apesar da grande variedade de flores nos seus jardins, os ingleses preferiam tecidos com flores bastante estilizadas, e de algumas poucas espécies: cravos, tulipas, lírios, rosas e jacintos.


Nas primeiras dezenas do século 18, tudo muda. Vestidos volumosos, mas delicados, feitos de seda fina, exigem estampas não menos delicadas. O que pode ser melhor que pequenas flores?

As estampas tornam-se mais realistas, as flores, mais reconhecíveis. E, em algumas amostras de sedas, podemos contar mais de quarenta espécied de flores diferentes.


Se prestarmos atenção, podemos perceber o quão fino é o trabalho, todos estes buquês e folhagens. Como estão bastante espalhados pelo fundo claro, o tecido parece incrivelmente leve e festivo.

Anna Maria Garthwaite trabalhou na Inglaterra, na segunda metade do século 18. Ela desenhou um imenso número de estampas para tecidos de seda, e alguns dos seus desenhos sobreviveram, felizmente, até hoje. Se, até então, a moda inglesa era fortemente infuenciada pela França, agora, um estilo próprio havia se desenvolvido.


Além dos próprios ornamentos, desenvolvem-se também as tecnologias de sua crianção. Podem ser bordados ou tecidos, as vezes de forma extremamente complexa.


Mas o resultado é caro, e as mulheres menos abastadas também querem estar na moda. Então, surgem ornamentos estampados: basicamente, impressos ou pintados no tecido.


Tecidos pintados a mão surgiram na Europa no início do século 17, quando o comércio com a Índia começou a se desenvolver. E a arte de pintura em tecido havia sido desenvolvida ali por milênios. Tecidos leves e coloridos, que não desbotavam, se tornam extremamente populares.


Tecidos pintados a mão são caros, e as estampas começam a ser impressas com ajuda de tábuas entalhadas e pintadas. A impressão havia se desenvolvido o suficiente para permitir imitar, not tecidos de algodão, os elegantes desenhos dos tecidos de seda.


No início do século 19, estas técnicas se aperfeiçoam ainda mais, permitindo realizar em minutos o trabalho que levava horas. Além disso, se antes usavam-se corantes naturais, muito caros, novos materias passaram a ser usados, tornando tecidos estampados acessiveis a todos.


E as flores continuam sendo populares. Estampas florais são incorporadas, agora, ao dia a dia.



Não só nos vestidos... Homens usam coletes com flores estampadas ou bordadas, as flores tomam conta dos forros dos moveis, das roupas de cama e de mesa.


Tecidos floridos são tão acessíveis que a estampa de flores miudas cobrindo todo o tecido pasa a ser chamada de "camponesa".


Um outro nome para tecidos com estampas florais é "liberty". A empresa textil inglesa com este nome surge na metade do século 19.

 

Se, no final do século 19 e início do século 20, seus tecido florais não são muito requisitados, em 1930, as flores delicadas sobre o fundo claro voltam com tudo. A estampa tradicional de Liberty torna-se popular e reconhecível, correspondendo ao desejo de feminilidade e suavidade no vestuário e aparência.

This entry was posted at sexta-feira, outubro 05, 2012 and is filed under , , , , , , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

1 comments

Anônimo  

Onde você achou as imagens dos vestidos? Eles são lindo e estou muitíssimo curiosa para saber!

29 de outubro de 2012 12:59

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...